127 anos após o desembarque de José Martí e Máximo Gómez, junto com outros expedicionários, em Playita de Cajobabo, os cubanos retornam ao local dos eventos para reviver a história

FotoEstudio Revolución

 

Cem anos mais tarde, ao mesmo tempo, Fidel imortalizou o desembarque em Playita de Cajobabo como um símbolo de continuidade, de uma única Revolução. 

O primeiro-secretário do Comité Central do Partido e presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, destacou, via Twitter, o significado da data, evocando as palavras de Fidel: «(Martí) disse que havia deixado as correntes que o acompanharam ao longo de sua vida na luta pela independência de Cuba, acho que foi um feito extraordinário, e que este é um lugar sagrado».

Os colaboradores de saúde, membros da Brigada Médica Henry Reeve destacados na África do Sul para enfrentar a Covid-19, foram condecorados, após sua chegada à Pátria, com a condição de Serviço Distinto, pelo seu trabalho altruísta e humano naquele país

Foto: Ricardo López Hevia

 

Os colaboradores de saúde, membros da Brigada Médica Henry Reeve destacados na África do Sul para enfrentar a Covid-19, foram condecorados nesta segunda-feira, 11 de abril, após sua chegada à Pátria, com a Ordem de Serviço Distinto, pelo seu trabalho altruísta e humano naquele país.

Todos os fluxos e medidas implementadas em todos os pontos de entrada no país que garantem o distanciamento social e a desinfecção das mãos e superfícies são mantidos

Foto: Ariel Cecilio Lemus

 

De acordo com a situação epidemiológica internacional e nacional da Covid-19 e os níveis de imunização alcançados, foi decidido fazer as seguintes modificações nos requisitos para entrada no país como parte do Controle Sanitário Internacional:

Podemos afirmar, como disse o Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, “ Ninguém menor de 16 anos é encarcerado em prisões comuns, porque a lei cubana não encarcera crianças. Temos escolas de Formação Integral para o cuidado de menores.  Chega de falácias!”

Foto: José Manuel Correa

 

Nas escolas de Formação Integral, os alunos realizam actividades desportivas, formativas e culturais, e a sua saúde é atendida de forma integral e permanente.

 

Em Cuba, os menores de 16 anos não estão sujeitos ao Direito Penal e, portanto, não estão presos. O Coronel Idays Borges Barrios, chefe do Departamento de Atendimento ao Menor do Ministério do Interior, destacou que, como parte desse sistema de atendimento, existem 12 escolas de Formação Integral no nosso país. "Baixos níveis de matrícula nos permitem desenvolver um tratamento mais diferenciado com eles e uma interação e intercâmbio permanente com as famílias", especificou.