Dadas as recentes declarações do presidente dos Estados Unidos Joe Biden, nas quais se referiu a Cuba como um «Estado falhado» e desacreditou a capacidade do sistema nacional de saúde e ciência de enfrentar os desafios da Covid-19, uma ampla representação de cientistas cubanos rejeitou tais argumentos por meio de carta aberta que será enviada à Casa Branca

Foto: BioCubaFarma

Em menos de um ano, cientistas cubanos desenvolveram cinco vacinas candidatas contra a Covid-19, com o objectivo de imunizar toda a população nacional com recursos próprios.

Segundo a carta, nos últimos dias Biden afirmou que estaria disposto a doar quantidades significativas de vacinas para a Ilha, caso um organismo internacional se encarregasse de aplicá-las, sugerindo a necessidade de uma intervenção internacional para garantir a imunização.

Além disso, ele referiu-se ofensivamente a Cuba como um «Estado falhado» que administra de forma ineficiente a pandemia, ao mesmo tempo que desqualifica as capacidades do sistema de Saúde Pública e o trabalho dos cientistas.

«Em resposta a estas propostas» — explicou Mayda Mauri Pérez, primeira vice-presidenta do grupo empresarial BioCubaFarma — «a carta tem o propósito de dar a conhecer os argumentos que demonstram a capacidade e vontade política do nosso país para enfrentar os desafios da pandemia, especialmente a partir das condições que nos foram impostas pelo bloqueio dos Estados Unidos».

O doutor em Ciências Agustín Lage Dávila, assessor do presidente da BioCubaFarma, lembrou as conquistas da Ciência no campo da vacinação nos últimos 60 anos, especialmente aquelas alcançadas em apenas um ano e meio de confronto com a Covid-19, entre as quais destacam as cinco vacinas candidatas obtidas (uma convertida em vacina) e o facto de hoje o país liderar o índice de intensidade de vacinação no mundo.

«O caminho é a cooperação, não o bombardeio de mentiras que presenciamos nos últimos dias», disse Agustín Lage, expressando que Cuba mantém uma posição aberta à colaboração com os Estados Unidos em assuntos científicos.

 

Fonte: Granma, Agosto, 2021

http://pt.granma.cu/cuba/2021-08-11/cientistas-cubanos-rejeitam-declaracoes-insultuosas-de-biden