O presidente da Bolívia, Evo Morales, contra a administração de Donald Trump e denuncia as intenções do vice Mike Pence de intervir na democracia venezuelana.

O presidente boliviano denunciou que está em preparação uma ação golpista, perpetrada pela administração do presidente Trump, através da visita do vice-presidente Mike Pence, que iniciou uma viagem pela América Latina na terça (25) e que passará pelo Brasil, Equador e Guatemala.

Evo Morales argumentou que o governo norte americano precisa de entender que o território latino-americano é uma zona de paz e que lutará para se libertar do intervencionismo. 

"Mike Pence está vindo para a América Latina para instigar um golpe contra a irmã Venezuela, através de uma "bandeira" de falsa liberdade. O império precisa entender que a América Latina é uma zona de paz e que lutará para se livrar do intervencionismo", disse. 

Por outro lado, o advogado internacional Francisco González afirmou que os planos intervencionistas da visita do vice-presidente Mike Pence à América Latina, derivam do interesse em aprofundar o cerco à Venezuela, estragulando o país e o povo, bem como tomando controle da zona aeroespacial a partir das bases do Brasil e da Argentina, devido à diminuição do investimento da China.

Da mesma forma, González apontou que Pence quer rearmar um grupo intervencionista que servirá para minar os fundamentos da democracia na Venezuela e derrubar o legítimo presidente Nicolás Maduro.

 

Fonte - Portal Vermelho