Os esforços estão concentrados numa estratégia para induzir uma resposta imunológica celular contra os quatro serotipos do vírus que circulam atualmente no país.

Cuba está a concentrar esforços no avanço de candidatos a vacinas que induzam uma resposta imunológica celular contra os quatro serótipos do vírus da dengue, uma estratégia que Eduardo Martínez Díaz, presidente da BioCubaFarma, verificou em 7 de setembro no Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB), de acordo com o perfil da organização no Facebook.

Martínez Díaz havia dito ao Granma Internacional que, no caso destas vacinas, como elas envolvem quatro serotipos, é importante que protejam contra todos os serótipos, o que torna um pouco difícil torná-las eficazes, embora o trabalho esteja s ser feito em várias linhas e estratégias de desenvolvimento.

Já há algum tempo, estão em andamento vários projetos relacionados com esta doença, os quais, explicou o diretor, «foram acelerados a pedido do presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez».

O especialista explicou que a pesquisa está a ser realizada pelo CIGB, em parceria com o Instituto Pedro Kourí de Medicina Tropical (IPK), e destacou que o trabalho se baseia na bioinformática e no estudo da interação do vírus com seu receptor. É deste conhecimento que estão sendo projetadas moléculas que têm um efeito antiviral específico contra a dengue, por exemplo, para evitar que o vírus entre na célula.

Numa recente reunião do Grupo de Trabalho Temporário para a prevenção e controle da Covid-19 e da dengue, a drª María Guadalupe Guzmán Tirado, diretora do Centro de Pesquisa do IPK, salientou que os cientistas cubanos dedicaram décadas de trabalho a esta doença e deram contribuições ao mundo na luta contra ela.

Acrescentou que Cuba desempenhou um papel fundamental na nova classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS) da dengue, com e sem sinais de alerta, com o objetivo de evitar que o paciente piorasse.

Autor: Redação Nacional | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

setembro, 2022