O trabalho está em andamento para restabelecer o sistema de combate a incêndios e, como parte disso, novas bombas de água foram instaladas e serão ativadas nos próximos dias.

 

O Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, verificou na terça-feira, 13 de setembro, as ações de recuperação que estão a ser realizadas nos depósitos de combustível de Matanzas e no hotel Saratoga em Havana, onde equipes especializadas estão a trabalhar arduamente para reparar os danos causados pelo incêndio de quatro tanques de combustível na Zona Industrial de Matanzas, e pela explosão de gás na renomada instalação hoteleira da capital, acidentes dolorosos que ocorreram nos dias 5 de agosto e 6 de maio, respectivamente.

Também estão em andamento trabalhos para restabelecer o sistema de combate a incêndios e, como parte disto, novas bombas de água foram instaladas e serão ativadas nos próximos dias.

A ministra da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, Elba Rosa Pérez Montoya, também informou ao alto governo do país que três inspeções ambientais foram realizadas na cidade de Matanzas, e nenhum dano foi relatado na baía, nem nas águas subterrâneas, nem nas colheitas.

De Matanzas, e via videoconferência, o governador Mario Sabines Lorenzo disse que as famílias afetadas pelo incêndio receberam aparelhos elétricos, roupas, colchões, alimentos e outros produtos básicos.

A construção também começou com novas casas para aqueles que perderam as suas no incêndio. Os quase três milhões de pesos recebidos através de doações serão utilizados para estas atividades de construção.

Com relação ao trabalho de recuperação no hotel Saratoga, soube-se que o trabalho de limpeza continua, bem como a remoção de itens valiosos dos quartos (e casas adjacentes), o escoramento das estruturas e a segurança do local.

O governador de Havana, Reinaldo García Zapata, explicou que os edifícios vizinhos, também danificados pela onda de explosão, como o Capitólio, o Teatro Martí, a Associação Yoruba de Cuba e a escola primária Concepción Arenal, foram completamente restaurados.

Com relação aos quatro edifícios residenciais impactados pela forte explosão, com um total de 39 apartamentos danificados, o governador disse que 29 casas na área e dez outras fora da área precisam ser substituídas. Ao mesmo tempo, disse, «continuam a ser atendidas as famílias dos falecidos e das vítimas, muitas das quais foram temporariamente instaladas em apartamentos na Villa Panamericana, localizada ao leste de Havana».

Fonte: Granma

Setembro, 2022