Ativistas britânicos denunciaram que o Banco HSBC bloqueou uma conta bancária de recolha de fundos para a compra de medicamentos criada pela organização Cubanos em UK.

 

Foto: Tomada de Prensa Latina

 

Membros do movimento de solidariedade com Cuba no Reino Unido, convocados pela organização Rock Around the Blockade, protestaram contra o banco britânico HSBC por seguir os regulamentos estado-unidenses que impossibilitam os seus clientes de realizar transações com Cuba.

 

A Prensa Latina informa que os manifestantes impediram a entrada numa das sedes da instituição bancária no centro de Londres e entregarão uma carta à direção em que recordarão, ao juntar-se à política anti-cubana de Washington, estão a violar uma lei britânica que data de 1996.

A regulação intitulada Lei de Proteção de Interesses Comerciais, outorga ao governo britânico o poder de sancionar qualquer pessoa física ou jurídica que acate as normas de recolha extraterritorial relacionadas com ataque norte-americano contra Cuba.

Apesar de após as reclamações o banco desbloqueou a conta e pediu desculpas ao seu cliente, embora mantenha Cuba na lista dos países sancionados.

Fonte: Prensa Latina

Maio, 2022