A sua obra fundamental foi a luta pela libertação dos Cinco Patriotas Cubanos, presos injustamente por monitorar a actividade de terroristas nos Estados Unidos contra Cuba.

Foto: José Manuel Correa

 

Ao receber a Medalha da Amizade, reafirmou o seu compromisso de defender a Revolução Cubana até seus últimos dias. 

O Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, lamentou a morte da incansável combatente argentina Alicia Jrapko, que dedicou a sua vida a lutar por justiça em nome dos seus companheiros desaparecidos. Pela volta de Elián, a liberdade dos Cinco e contra o bloqueio lutou com determinação.

"Adeus, irmã", escreveu Díaz-Canel no Twitter. Além disso, o chanceler Bruno Rodríguez Parrilla expressou as suas sinceras condolências pela morte da activista solidária de origem argentina e residente em Oakland, Califórnia, que teve que lutar contra um tumor maligno por mais de dois anos.

Fonte: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Janeiro, 2022