22 de Abril de 1976 - Atentado contra a Embaixada de Cuba em Lisboa

 

 

Hoje, 22 de Abril, cumprem-se 45 anos do ataque bombista que destruiu as instalações da Embaixada de Cuba, então situada no centro da cidade, no quinto andar do prédio da Avenida Fontes Pereira de Melo, nº 19, causando a morte de dois diplomatas cubanos: Adriana Corcho de 36 anos e Efrén Monteagudo de 33 anos.

 

Uma pasta foi colocada à saída do elevador principal que continha uma bomba, com mais de seis quilos de TNT.

 

Às 16h45 aconteceu a explosão, que destruiu totalmente o piso.

 

Adriana e Efrén, ao tentarem que os seus companheiros passassem para locais mais seguros, perderam a vida.

 

A Associação de Amizade Portugal Cuba recorda com pesar a perda destes dois jovens diplomatas cubanos que se dedicaram a fortalecer as relações entre os povos de Cuba e de Portugal.

A Direcção

22.04.2021

O Povo Cubano comemorou em 24 de Fevereiro o 126º aniversário do início da Guerra da Independência que teve início em 1895 e ficou assinalada na história como o “Grito de Baire“.

 

 

José Marti ideólogo e génio organizador da luta pela independência e soberania de Cuba reiniciou em Baire a considerada Guerra Necessária que o Povo Cubano assinalou e fez brilhar com intensidade, quando um clamor de Pátria ou Morte ressoou em frente ao mausoléu do Herói Nacional.

 

O Povo Cubano não esquece por um momento os seus heróis e honra-os com a sua resistência ao bloqueio criminoso e abjecto que dura há mais de 60 anos, com vitórias importantes não só para Cuba mas também para a humanidade.

CONVOCATÓRIA

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DA AAPC

27 de Março de 2021

 

Nos termos dos artigos 9, nº2 al a) dos Estatutos, convoco a Assembleia Geral da Associação de Amizade Portugal – Cuba, para reunir em sessão ordinária no próximo dia 27 de Março.

A Assembleia terá inicio às 14.00 horas na Sede da AAPC, sita na Av. Eng.º Arantes e Oliveira nº 5 – s/loja D em Lisboa.

Caso não se verifique a presença de mais de metade dos associados a essa hora, iniciar-se-á meia hora depois, independentemente do número de presenças.

 

COMUNICADO

 

A A.A.P.C. vem repudiar firmemente a inclusão unilateral de Cuba como Estado “promotor de terrorismo” anunciada pelo governo desprestigiado e terminal de Trump que mais não visa do que impor obstáculos adicionais a qualquer perspectiva de melhoria das relações entre Cuba e E.U.A..

Cuba não é um Estado promotor de terrorismo como é reconhecido por todos, mas sim um País atingido pelo terrorismo de que resultaram 3.428 vítimas mortais e 2.099 pessoas descapacitadas, por actos cometidos por governos dos E.U.A., ou desencadeados desse país com a sua conivência.

Enquanto os E.U.A. semeiam a morte pelo mundo, Cuba salva vidas humanas como demonstra a sua participação com equipas médicas em dezenas de países no combate à pandemia do Covid-19.

 

CUBA VENCERÁ

 

A Direcção

12.01.2021