Foto: Granma

 

Cubanos e 31 Associações de Cubanos Residentes no Estrangeiro emitiram um comunicado em que denunciam o terrorismo mediático, a ciberguerra, a campanha de ódio e os incitamentos à violência desencadeados contra Cuba.

Os cubanos, povo nobre, culto e valente, apelam à paz, sendo consequentes com as nossas origens. Só compete aos seus cidadãos resolver os problemas da Nação, num clima de harmonia e liberdade, de dignidade e justiça, de trabalho e criação e participativo em que todos possamos contribuir com respeito e compromisso com o futuro.

As graves dificuldades económicas e sociais que atravessa a nossa Pátria serão ultrapassadas com o levantamento total e sem condições do bloqueio económico, comercial e financeiro dos EUA contra a nação e o povo cubano.

As nossas Associações recusam firmemente qualquer intromissão nos assuntos internos do nosso país, disfarçada de “ajuda humanitária” ou com outra roupagem de ingerência”.