APELO À SOLIDARIEDADE COM CUBA

 

No próximo dia, 23 de Junho, é apresentada por Cuba uma resolução na Assembleia Geral das Nações Unidas contra o criminoso bloqueio movido pelos EUA contra Cuba.

O bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos há mais de seis décadas, constitui o sistema de sanções unilaterais de caracter extraterritorial mais injusto, severo e prolongado que algum dia foi aplicado a qualquer país e é o principal obstáculo ao desenvolvimento de todas as potencialidades da economia cubana.

O bloqueio constitui uma violação flagrante e sistemática dos direitos do povo cubano e representa um acto ilegal à luz do Direito Internacional e constitui um instrumento de agressão, através do qual consecutivos governos dos EUA, procuram, desde há décadas, impedir o povo cubano de prosseguir livremente o caminho que soberanamente escolheu e reiteradamente tem ratificado para o seu país. Um criminoso bloqueio que o governo de Trump agravou e que o actual governo de Biden mantém.

Nenhum cidadão ou sector da economia cubana escapa às consequências desse bloqueio.