Esteban Lazo Hernández, membro do Gabinete Político do Comité Central do Partido Comunista de Cuba e presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular, reuniu-se com seu colega sul-africano Baleka Mbete, que faz uma visita oficial ao país até 22 de Setembro.

Autor: Ana Laura Palomino García | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

19 de Setembro de 2018

“A humanidade deve pôr fim ao duplo padrão nas relações internacionais; Os supostos xerifes do mundo agem com impunidade, é hora de agir, juntos, para evitar o crime e proteger o futuro da espécie humana na terra.“

Em Junho de 2017, dezenas de civis sírios morreram na cidade de Al-Raqa por causa dos bombardeios com fósforo branco realizados pela coalizão liderada pelos EUA.

 

Raúl Antonio Capote | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

19 de Setembro de 2018

Nota AAPC:

O agravamento do Criminoso Bloqueio movido contra Cuba e o seu Povo pelo Imperialismo Americano tem-se intensificado e sido denunciado por movimentos e Associações de solidariedade em permanência, nomeada e particularmente pela nossa Associação.

No próximo mês de Outubro, Cuba levará de novo ao Plenário das Nações Unidas o seu protesto e exigência pelo levantamento do Bloqueio.

A AAPC, em conjunto com outras organizações internacionais, está inserida nesse protesto, repudiando o Bloqueio e exigindo uma tomada de posição pelo Parlamento Europeu contra a recusa de Bancos em operarem transferências para Cuba.

 

27 de Agosto de 2018

 

Não há  nenhum continente a que não cheguem os médicos cubanos.  

Enquanto os Estados Unidos se caracterizam por levar a presença militar ao mundo inteiro, Cuba faz o mesmo ,mas com missões médicas, com mais de 50 anos de comprovada solidariedade internacional. Desde maio de 1963, 400 mil profissionais de saúde cubanos prestaram serviços em 164 países.

Inicialmente, o pessoal da ilha caribenha chegou à Oceânia para atender alguns dos principais problemas de saúde e desenvolver actividades educativas para a saúde.

Agora essa equipe é mais ampla, uma brigada médica composta por especialistas em oncologia, nefrologia, psiquiatria, endocrinologia, medicina interna, reabilitação e angiologia, entre outras áreas, chegará à pequena ilha de Nauru, no Pacífico Central.

Neste pequeno país de 17 mil habitantes há uma alta incidência de doenças crónicas não transmissíveis associadas à obesidade e os médicos cubanos percorrerão uma distância de 12 mil quilómetros para desenvolverem estudos, adaptarem protocolos de intervenção, apoiarem os cuidados maternos e infantis e organizarem o planeamento familiar.

Hoje, mais de 50 mil profissionais de saúde cubanos atuam em 66 países e a Escola Latino-Americana de Medicina, em Havana, já conta com 28 mil graduados de 105 países.

 

Publicado em América XXI

 

QUAL O CAMINHO A SEGUIR ATÉ À PROCLAMAÇÃO DA NOVA CONSTITUIÇÃO?

Começou a consulta popular e as ruas, os centros de trabalho e de estudo, as casas, convertem-se num espaço para debater, legislar, tornam-se protagonistas dos tempos futuros.

Faltam alguns meses para concretizar a proclamação da nova Constituição, uma das mais “mais modernas”, do mundo, como afirmaram

especialistas juristas, pelas necessárias inclusões no projecto, que realizou a Comissão para a sua elaboração, e que foi aprovado pela Assembleia Nacional do Poder Popular.

Não obstante como se sabe entre os cubanos, o que será terreno fértil para o ordenamento económico, politico e social do país, o garante fiel dos seus cidadãos: a nova Constituição.

Qual é o caminho a seguir até à proclamação da nova Constituição? A seguir as respostas.

 1 – REALIZAÇÃO DAS CONSULTAS POPULARES,    PARA QUE OS CIDADÃOS EXPRESSEM AS SUAS OPINIÕES E SUGIRAM ALTERAÇÕES AOS DOCUMENTOS NORMATIVOS.

 

135.000 reuniões-entre 13 de Agosto e 15 de Novembro

 

O povo cubano reunir-se-á nos seus centros de trabalho, de estudos, comunidades (podem participar em mais do que um desses locais).