A Causa Operária TV entrevistou uma moradora de Caracas, capital da Venezuela, que denunciou que os manifestantes que fazem barricadas (guarimbas) em manifestações violentas contra o presidente legítimo Nicolás Maduro são pagos pelos partidos e organizações de direita que, por sua vez, são financiados pelo imperialismo.

“Temos conhecimento de que a direita paga 30 dólares por dia para que façam barricadas, matem e criem o caos em nosso bairro”, denunciou ao correspondente da COTV em Caracas, Caio Clímaco.
 

MEDICAMENTOS PARA A VENEZUELA ENVIADOS PELA CHINA E CUBA PARA FAZER FACE AO BOICOTE CRIMINOSO IMPOSTO PELO IMPERIALISMO YANKEE

Chegaram à Venezuela 933 toneladas de medicamentos precedentes de Cuba e China.

O ministro da saúde da Venezuela, Carlos Alvarado, comunicou a chegada de medicamentos e outros materiais médicos no total de 933 toneladas.   

O ministro informou que se encontram 64 contentores no porto de La Guaira com medicamentos e outros bens clínicos e que a sua entrega nos vários destinos estará concluída em uma semana.

O apoio da Venezuela foi reflectido novamente na segunda-feira em Caracas, durante uma reunião entre o presidente legítimo da nação, Nicolas Maduro, intelectuais nacionais e mais de 160 convidados internacionais de diferentes nações.

Autor: Ana Laura Palomino García

 

Foto: chancelaria venezuelana

 

O apoio à Venezuela reflectiu-se mais uma vez na segunda-feira em Caracas, durante um encontro entre o legítimo presidente da nação, Nicolás Maduro, com intelectuais nacionais e mais de 160 convidados internacionais de diferentes nações.

Durante o evento, realizado em homenagem aos "27 anos da histórica rebelião de Hugo Chávez", Maduro confirmou que estava aberto a um intercâmbio com a oposição. Ele também se manifestou contra as políticas do auto-intitulado Grupo de Lima e do Governo dos Estados Unidos, que estão a tentar provocar um golpe de Estado na nação sul-americana.

Na nova Carta Magna são as bases legais para o desenvolvimento do país e a essência do conceito de Revolução de Fidel.

Autor: Elba Salazar Cuba

Fevereiro de 2019

Foto: Endrys Correa Vaillant

 

A Magna Carta reflecte a tradição de 150 anos de luta pela soberania. 

Com a sua presença no dia 24 de Fevereiro nas urnas, o povo cubano ratificará a continuidade da Revolução e a vontade de proteger as conquistas sociais da Ilha; será este, além disso, o melhor tributo a José Martí, Fidel Castro e os heróis da Pátria, disse no sábado no município especial da Ilha da Juventude, Esteban Lazo Hernández, presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular.

Os laboratórios de guerra psicológica colocam em circulação através da Internet mentiras manipuladas para esconder o apoio do povo à sua Revolução e aos líderes

Autor: Iroel Sánchez 

Foto: Estudios Revolución

 

O povo dialoga, cumprimenta e agradece ao presidente durante os seus percursos pelas áreas afectadas. 

Armando Calderón foi um génio da minha infância e de cubanos e cubanas da minha geração. Todos os domingos, de manhã, nós sentávamos em frente à televisão para assistir às antigas comédias de filmes mudos às quais Calderón punha a voz.