Imprimir
Categoria: Notícias de Imprensa

O Presidente Biden prorrogou, por mais um ano, a Lei de Comércio com o Inimigo, a legislação que abrange e mantém o bloqueio económico, comercial e financeiro contra Cuba.

No memorando, assinado por Biden, afirma que “a continuação do exercício de essas autoridades com respeito a Cuba durante um ano é do interesse nacional” e a data para a nova revisão é 14 de Setembro de 2022.

A reiterada prorrogação do bloqueio contraria o repúdio da esmagadora maioria dos países que, na Assembleia Geral da ONU, anualmente, condena a política genocida dos EUA e que, no contexto da pandemia, a aprofunda, de maneira oportunista, numa tentativa obstinada de render pela fome, pela doença e miséria o povo de Cuba.

Num relatório recente sobre o bloqueio afere-se que os danos acumulados ascendem a 147.853,3 milhões de dólares e que, apenas de Abril a Dezembro de 2020, tenha já ascendido os 3.586,9 milhões de dólares.