Imprimir
Categoria: Notícias de Imprensa

O ministério dos Exteriores da Rússia reprovou o bloqueio por parte de Google das contas do jornal Granma e de mais dois meios informativos cubanos.

 

O ministério dos Exteriores da Rússia reprovou o bloqueio por parte de Google das contas do jornal Granma e de mais dois meios informativos cubanos.

«O bloqueio das contas da editora Granma, da Mesa Redonda e da Cubavisión Internacional, que a empresa estadunidense realizou em 20 de Agosto passado, é arbitrário, tem um carácter abertamente restritivo e, além do mais, viola os princípios democráticos aceites por todos, limitando a liberdade de acesso à informação», expressou à imprensa a porta-voz da chancelaria russa, María Zakhárova, quem explicou que o veto foi baseado «em certa acusação de que eles tinham violado a lei sobre exportação para os EUA», precisou a Sputnik.

Em 22 de Agosto, a companhia Google, que não ofereceu explicação alguma do ocorrido, restabeleceu a conta do jornal Granma na rede social de vídeos YouTube, bem como todos os demais serviços correspondentes. (R.C.)

Noticia extraída do Granma internacional

Setembro, 2020