Uma feira de resistência cultural

No dia 6 do corrente mês foi inaugurada, pelo Presidente Diaz Canel, a 29ª Feira Internacional do Livro de Havana que este ano tem o Vietname como País convidado de honra.

A feira estará até ao dia 16 em Havana e continuará, depois, por diversas cidades do País e terminará no dia 12 de Abril em Santiago de Cuba.

O Presidente do Instituto Cubano do Livro afirmou que, apesar das difíceis condições de Cuba em virtude do agravamento do bloqueio genocida do imperialismo norte americano, concretizou-se esta importante iniciativa cultural que tem o Vietname como convidado de honra.

Pela parte Vietnamita, Truong Thi Mai, responsável do Departamento de Mobilização de Massas do P.C. do Vietname e Presidente da Associação de Amizade Vietname Cuba agradeceu o especial convite concedido ao seu País e considerou ser uma grande honra estar na bela e hospitaleira cidade de Havana. Numerosos artistas chegaram à Ilha para oferecerem uma mostra de música e tradição cultural Vietnamita.

De realçar que na Feira serão apresentados 500 novos títulos literários, 4.000 títulos num total de 4 milhões de exemplares, estarão presentes 200 convidados, 44 países representados e 70 editoras.

Durante a Feira realizar-se-ão diversos eventos: colóquios, conferências, apresentação de livros e entrega de prémios literários.