Com a entrada no ano de 2020, não podemos deixar de assinalar os 60 anos de Bloqueio imposto pelo Imperialismo contra uma das nação que se pode orgulhar de ser das mais respeitadoras dos Direitos Humanos; realidade que tem sido reconhecida pelas Nações Unidas.

Apesar de todas as dificuldades que inevitavelmente este acto criminoso coloca ao Povo Cubano a economia da maior ilha das Caraíbas não decresceu no ano de 2019.

Esta afirmação foi feita na Assembleia Nacional do Poder Popular por Alejandro Gil Fernández, ministro da Economia e Planeamento.

Tal realidade representa indubitavelmente uma clara vitória do Povo Cubano face à intensificação do Bloqueio imposto pelo Imperialismo Norte Americano.

Cuba está empenhada no desenvolvimento das várias áreas da sua economia, como por exemplo no campo da agricultura e da construção civil, com o objectivo de reduzir as importações e aumentar as exportações.

No decurso do ano de 2019 Cuba suportou a redução ou mesmo o cancelamento da atracagem de cruzeiros, a redução drástica de voos, cancelamento de serviços e de financiamentos, transporte de combustível e seguros, entre outro.

Não existe uma única área que tenha escapado à fúria do vizinho “Yankee”.

A resposta tem sido enérgica e decisiva para contrariar os efeitos desta tenebrosa ofensiva Imperialista.

 

Cuba soberana Vencerá!