Este será o nosso momento histórico e, talvez, quando passarem alguns anos, somos nós que mostraremos aos nossos filhos os jornais de hoje ...

 

O dever, agora, é dar às gerações futuras a possibilidade de criar um país mais próximo das aspirações de todos.

Enquanto revíamos as edições dos jornais antigos para este trabalho, retornámos à época para 1976. Talvez os nossos pais se tenham encarregado das pesquisas daquele ano, num momento tão relevante do processo revolucionário. O contacto com as páginas antigas fez-nos sentir como o jornalismo pode imortalizar as mudanças da história.

O acompanhamento detalhado de cada uma das etapas do plebiscito incluiu a criação do comité de redacção da minuta, o debate nos CDRs, o trabalho das organizações de massa, a participação popular e a votação, a 15 de Fevereiro, com os resultados do dito sufrágio. Além disso, as dúvidas que a população enviava à comunicação social eram esclarecidas, de modo que todos os possíveis eleitores pudessem conhecer as facilidades oferecidas.

Os órgãos de comunicação estabeleceram um diálogo entre as pessoas, as instituições e o governo, para que a nova Constituição fosse verdadeiramente de toda a sociedade em colaboração, para fazer um futuro melhor para a nação. O dever, agora, é dar às próximas gerações a possibilidade de criar um país mais de acordo com as aspirações de cada um dos cubanos.