A Grande Antilharia tem um contexto privilegiado em que todas as crianças têm direito à saúde e educação gratuitas, disse nesta terça-feira, em Havana, a Coordenadora do programa das Nações Unidas para a Infância, Victoria Colamarco.

Autor: Escrita Digital | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

21 de Novembro de 2018

Cuba tem um âmbito privilegiado no qual todas as crianças têm direito à saúde e à educação gratuita, o que, infelizmente, não é a realidade de muitas crianças no mundo, afirmou terça-feira em Havana, Victoria Colamarco, Coordenador do programa Nações Unidas para as Crianças (UNICEF).

Num acto pelo Dia Mundial da Criança, Colamarco disse que está na altura de fazer um apelo aos líderes dos chamados países em situações 'frágeis', no sentido de se comprometerem com os direitos das crianças, viabilizando igualdade de oportunidades na vida.

A Praça Velha serviu como galeria do projeto Kids Guernica, onde foram exibidas 14 telas gigantes de crianças e adolescentes de todo o mundo, que transmitem mensagens vinculadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030.

Savina Tarsitano, artista italiana que representa este projecto, informou que as pinturas transmitem a mensagem de milhares de crianças de "Queremos Paz" e são o resultado de oficinas realizadas em Cuba desde 6 de Novembro.

Seguido por um flashmob do grupo infantil Abril, os participantes foram aos espaços adolescentes do Centro A +, também na Havana Velha, para também celebrar seu primeiro ano de fundação com a Havana Compas Dance e o cantor Cimafunk.

Melany Monteagudo Morén, uma de suas adolescentes participantes, disse que se sentiu muito motivada num espaço como aquele, em que crianças cubanas podem se expressar livremente e, ao mesmo tempo, aprender.

Este ano, para o Dia Mundial da Criança, a UNICEF lançou a campanha # Píntate de Azul, na qual, sociedades e governos, são convidados a expressar o seu compromisso na construção de um mundo onde todas as crianças estejam na escola, seguras de qualquer perigo, e que possam desenvolver todo o seu potencial.

A agência das Nações Unidas convida igualmente as pessoas a aceder ao site https://www.unicef.org/es/dia-mundial-de-los-ninos#peticion para assinarem uma petição global, no sentidos dos líderes se comprometem em 2019 a tornar realidade os direitos de todas as crianças e adolescentes de hoje e das gerações futuras. (ACN)