Imprimir
Categoria: Notícias de Imprensa

«Este é um gesto de amor e solidariedade do povo dos Estados Unidos para com os cubanos», disse Medea Benjamin, promotora da iniciativa, pacifista e cofundadora do Pink Code

Uma mensagem de amor e contra o bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos acompanhou o grupo que daquele país transferiu uma doação com mais de 15.000 libras de leite em pó, destinada a hospitais pediátricos de Havana.

Que trabalho fizeram para trazer a carga para Cuba?

Doação de leite dos EUA para Cuba FotoIsmael Batista

 

«Conseguimos arrecadar 15.000 libras de leite em pó graças às doações financeiras de milhares de norte-americanos, incluindo cubanos que vivem lá. Com esta carga queremos mostrar que há muitas pessoas dentro do meu país que querem e exigem o levantamento do bloqueio injusto».

Como puderam trazer essa carga?

«Várias organizações concordaram e contribuíram com muitas horas para o empacotamento, embalagem e transferência dessa mercadoria para Cuba. Além disso, houve muito esforço anónimo para arrecadar o dinheiro e poder alugar o avião».

«Trabalhamos há mais de seis meses. Anteriormente, enviamos 18.000 libras de alimentos (entregues em Novembro a centros infantis e asilos nas províncias orientais de Holguín, Granma e Guantánamo) e seis milhões de seringas. Estamos a preparar uma nova carga com medicamentos para os próximos meses. Achamos que estará pronta para Fevereiro. »

Que outro trabalho de solidariedade realizam?

«Estamos imersos numa campanha para enviar cartas a congressistas e funcionários do governo, incluindo Joe Biden, exigindo o levantamento do bloqueio, uma mudança na sua política em relação a Cuba e a normalização das relações bilaterais».

«Além disso, todos os meses convocamos caravanas de carros e eventos públicos. Chamamos a atenção dentro da própria cidade de Miami, com a mensagem de acabar com a cruel política contra Cuba».

Fonte: Granma

Janeiro, 2022