A fé revolucionária de acreditar nos jovens

Expressou o líder histórico da Revolução Cubana, a propósito do aniversário da União dos Jovenss Comunistas

«Acreditamos nos jovens, acreditamos nos jovens. E repito isto porque acreditar nos jovens é uma atitude, acreditar nos jovens significa um pensamento».

«Acreditar nos jovens determina uma conduta e a nossa conduta de dirigentes revolucionários não seria a mesma se não tivéssemos fé nos jovens. Se não acreditássemos nos jovens, a nossa conduta e a nossa atitude seriam diferentes, o nosso trabalho com os jovens seria diferente e os resultados, de não acreditar ou de acreditar, seriam também muito diferentes».

«É necessário que acreditemos nos jovens. Acreditar nos jovens não é ver nos jovens a parte do povo simplesmente entusiástica, não é ver nos jovens aquela parte do povo entusiástico, mas irreflexivo, cheio de energia, mas incapaz, sem experiência. Acreditar nos jovens não é ver os jovens simplesmente com esse desdém com que muitas vezes as pessoas adultas olham a juventude».

«Acreditar nos jovens é ver neles, além de entusiasmo, capacidade; além de energia, responsabilidade; além de juventude, pureza, heroísmo, caráter, decisão, amor à Pátria, fé na Pátria! Amor à Revolução, fé na Revolução, confiança em si mesmos, convicção profunda de que a juventude pode, de que a juventude é capaz, convicção profunda de que nos ombros da juventude se podem depositar grandes tarefas!»

 

Fonte - Jornal Granma