A brigada médica cubana especializada em situações de desastre e epidemias graves, Henry Reeve, constitui uma extraordinária e exemplar demonstração da solidariedade internacional de Cuba.

A Associação de Amizade Portugal Cuba (AAPC) e o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) propõem a atribuição do Prémio Nobel da Paz à Brigada Médica Cubana Henry Reeve.

Desde a sua criação, em Setembro de 2005, milhares de médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde da Brigada Henry Reeve já prestaram ajuda a milhões de pessoas em mais de 40 países, nomeadamente no combate aos surtos de ébola em África, na sequência de sismos, como o que afectou o Paquistão em 2005, ou, actualmente, no combate à pandemia da COVID 19 em vários países.

Condecorada por vários países e organizações, como, em 2017, pela Organização Mundial de Saúde, a Brigada vê o apoio internacional fortalecer dia a dia, encerrando, tal apoio, a convicção de que as diferenças de ideais políticos não se podem sobrepor ao valor da vida humana. São princípios da Brigada a defesa e exercício do direito humano à saúde, o humanismo e a solidariedade entre os povos.

A atribuição do Prémio Nobel da Paz à Brigada Henry Reeve conta já com o apoio de inúmeros intelectuais, ex presidentes da república e organizações de solidariedade de todo o mundo. A AAPC e o CPPC apelam a que também apoie e faça crescer este apoio, subscrevendo e divulgando o abaixo assinado divulgado pelas nossas associações.

 

Assine em: https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=nobel-paz-henryreeve