Discurso proferido pelo presidente da República de Cuba, Miguel Mario Díaz-Canel Bermúdez, na Cimeira Virtual do Movimento dos Países Não-Alinhados «Unidos contra a Covid-19», no formato do Grupo de Contato, no dia 4 de Maio de 2020, «Ano 62º da Revolução»

Autor: Miguel Díaz-Canel Bermúdez | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Maio, 2020

 

Cuba não vai abrir mão da sua vocação solidária, embora o governo dos Estados Unidos, por razões políticas, continue a atacar e obstaculizando a cooperação internacional que o nosso país oferece.

 

Palavras de Diaz Canel no discurso dirigido aos representantes na Cimeira dos países não alinhados.

No início do seu discurso, Diaz Canel, denunciou o ataque terrorista perpetrado contra a embaixada do seu país em Washington no passado dia 30 de Abril.

Salientou a importância da acção dos Não Alinhados na actual fase de combate à pandemia do Covi 19 ao promover a unidade global a solidariedade e a cooperação internacional acentuando a necessidade de se porem de parte as diferenças politicas e serem eliminadas as medidas coercivas e unilaterais contra estados soberanos.

O chefe de Estado Cubano referiu ainda a falta de solidariedade e cooperação entre estados e salientou que esses são os valores que não podem ser substituídos pela busca dos ganhos, motivação exclusiva daqueles que, prestando culto ao mercado, esquecem o valor da vida humana.

Referiu que, esta pandemia veio mostrar a fragilidade de um mundo fraturado e excludente. Nem os mais afortunados e poderosos poderiam sobreviver na ausência daqueles que com seu trabalho criam e sustentam as riquezas.

A terminar afirmou que é responsabilidade de Cuba juntar vontades e esforços para enfrentar este imenso desafio.

Disse, Cuba ir dar impulso à cooperação e à solidariedade internacionais. O empenho de todos será decisivo.

Vamos fazê-lo pelo direito à saúde, a paz e o desenvolvimento de nossos povos, respeitando os princípios da fundação do Movimento.

Vamos fazê-lo em prol da vida!)

(dados recolhidos do jornal Granma)

Maio, 2020