3 anos em que, ainda assim, continuou presente no nosso quotidiano; nas imagens que temos dele, nos escritos que nos deixou e com os quais continuamos a aprender e na nossa memória que mantém bem vivos os elevados ideais que defendeu e que não morrerão jamais.

 

Viva Fidel!

 

Viva a Revolução!

 

Cuba vencerá!

 

 

25/11/2019