15.05.2018

Faz hoje 43 anos que foi formalizada a legalização da Associação de Amizade Portugal-Cuba, com a comunicação da sua constituição ao Governo Civil.

Na verdade, a Associação começou a trabalhar no próprio ano de 1974, tendo a sua atividade sido dirigida para a divulgação dos avanços da revolução cubana, promovendo exposições, divulgando o cinema cubano, proporcionando a exibição de artistas cubanos desde o Ballet de Alicia Alonso a reputados cantores cubanos, nomeadamente o conhecido Carlos Puebla que compôs e ofereceu à AAPC a canção “Adelante Portugal”.

Visitaram a Associação e realizaram conferências no país vários dirigentes cubanos, nomeadamente um futuro embaixador em Portugal-Jorge Castro.

O progressivo agravamento do bloqueio e a queda dos regimes socialistas da Europa determinou que a Associação se orientasse para a solidariedade material com Cuba, que teve especial expressão nas duas caravanas de doações que se deslocaram a Vigo, para além de outras campanhas dirigidas a colmatar as consequências dos furacões que várias vezes têm assolado Cuba.

Também a solidariedade política tem sido objeto da atividade associativa, pelo levantamento do bloqueio, pela libertação do pequeno Élian, pela libertação dos CINCO!

O verdadeiro bloqueio informativo em relação a Cuba que teve uma recente e lamentável afirmação no telejornal da RTP, torna cada dia mais relevante o papel que cabe à nossa Associação e aos nossos associados para romper este bloqueio a Cuba.

Prosseguiremos a nossa luta solidária, contra o bloqueio, por Cuba!