Foi a maior manifestação nos últimos dez anos, que percorreu Caracas durante mais de 6 horas.

É a resposta do Povo Venezuelano à tentativa de magnicídio do Presidente Nicolas Maduro e de assassinato de altos comandos militares, dirigentes governamentais e do corpo diplomático que estavam presentes nas comemorações dos 91 anos da Guarda Nacional Bolivariana.

O Imperialismo Americano e seus aliados, nomeadamente a Colômbia, não desistem de derrubar a Revolução Bolivariana com o objectivo de se voltarem a apoderar das enormes riquezas naturais da Venezuela (maiores reservas petrolíferas do mundo e terceira reserva mundial de ouro).

Mas a luta do Povo e a Aliança Cívica-Militar não desistem das conquistas de Revolução, da Paz e da independência do país.