No passado dia 11 de novembro, mais de uma centena de ativistas pela paz, concentraram-se à porta do Novo Banco na Av. da Liberdade, para reclamar a devolução do dinheiro roubado à Venezuela e que se encontra aí bloqueado.

 

 

A Associação de Amizade Portugal Cuba esteve representada na iniciativa por elementos da sua Direção.

Intervieram João Coelho em representação da CGTP e o Luís Carapinha pelo CPPC.

Ambas as intervenções deram destaque ao direito que a República Bolivariana da Venezuela tem aos seus recursos, incluindo os que se encontram bloqueados no Novo Banco.

As verbas bloqueadas impedem a aquisição de bens essenciais, como medicamentos, vacinas, equipamentos médicos e alimentos, que prejudicam as condições de vida daquele povo.

Exigiu-se o fim do bloqueio dos EUA contra o povo venezuelano, utilizando as palavras de ordem:

 

NÃO AO BLOQUEIO, DEVOLVAM O DINHEIRO!

VENEZUELA VENCERÁ

                                                                                                                       

 

Caros companheiros e amigos,

 

Está em marcha a preparação da nossa viagem por forma garantir uma estadia confortável e de grande interesse político e cultural.

Além do que apresentamos neste programa, há várias diligências e tarefas a tratar, que estão pendentes do número de pessoas inscritas para procedermos às reservas de viagem aérea.

Tendo em conta a oscilação dos preços das viagens, apelamos, a todos os interessados, que nos contactem até 15 de Dezembro de 2021, de modo a procedermos às reservas até Janeiro de 2022, inclusive. Caso se efectuem inscrições após esta data, os preços das viagens poderão sofrer aumentos significativos.

Ressalvamos que, após confirmada e efectuada a reserva, temos apenas um dia para liquidar integralmente a mesma.

Estamos disponíveis para qualquer esclarecimento, bastando o contacto, via telefone ou por correio electrónico, através dos endereços no final da publicação.

 

Nota importante:

Pode haver o ajuste da data prevista de partida e chegada, sendo que a participação no 1º de Maio em Havana garantida.

 

Saudações Fraternas

A Direcção

02.Nov.2021

Caros amigos e Companheiros,

Face à ofensiva que o imperialismo está a patrocinar contra o Povo Cubano, e a ingerência inqualificável num estado soberano, a AAPC apela à participação nesta acção de protesto e denuncia dos recentes acontecimentos cujo objectivo anunciado descaradamente é o de provocar a instabilidade social.

Queremos demonstrar a nossa solidariedade com o Povo Cubano e a sua Revolução.

Cuba Vencerá!

 

O Novo Banco, instituição financeira portuguesa criada na sequência da denominada resolução do antigo Banco Espírito Santo e hoje detida maioritariamente pelo fundo norte-americano Lone Star, não quer transferir parte dos activos pertencentes à República Bolivariana da Venezuela aí depositados, para o pagamento à Organização Pan-Americana de Saúde de vacinas e medicamentos destinados às crianças venezuelanas.
O pedido do Banco de Desenvolvimento Económico e Social da Venezuela (Bandes), efectuado a 22 de Julho, com este fim, não obteve qualquer resposta do Novo Banco.
Na sequência das sanções impostas em 2017 pelos Estados Unidos da América contra a Venezuela e o povo venezuelano, foram ilegalmente roubados activos e bloqueadas contas da República Bolivariana da Venezuela em diversas instituições financeiras. O Novo Banco foi uma das instituições que reteve estes fundos, pertencentes ao Estado venezuelano, e que nada nem ninguém deverá impedir que possam ser utilizados para dar resposta às necessidades do povo daquele país.