No passado domingo, dia 10, o Núcleo de Almada da AAPC promoveu a realização de dois eventos: o primeiro, que teve lugar pelas 15:00 horas na Academia Almadense, começou com a projecção de um documentário sobre “A Educação em Cuba” que foi o tema da conferência que, de seguida, o Secretário da Embaixada de Cuba, Javier Levy, pronunciou. Mau grado a pouca afluência foi interessante e o debate que se seguiu.

Aconteceu depois, pelas 17:00 h., na sede do Núcleo de Almada, uma homenagem a Celeste Amorim, cuja evocação foi feita pelo seu marido, o qual, lembrou que a Celeste era mais conhecida por ter sido durante muitos anos a solista soprano do Coro Lopes-Graça, mas que, não menos importante fora a actividade dela no plano cultural, na militância política, na actividade sindical, no movimento associativo e no desempenho de funções em órgãos autárquicos.

Foi depois descerrado um quadro que inclui a programa de uma outra homenagem que lhe fora feita em 2010 e em que está registada a frase que Gerardo Hernández (um dos 5 heróis cubanos) escreveu quando soube da morte dela: “Celeste Amorim es un exemplo hermoso de las amistad entre los pueblos de Portugal y de Cuba”.

Seguiu-se um “moscatel de honra” e, durante esse convívio, alguns presentes, membros do Coro Lopes-Graça, cantaram canções do repertório que Celeste tantas vezes cantou.