BREVE HISTÓRIA

As Brigadas Internacionais de Trabalho Voluntário têm constituído, ao longo dos anos, um dos expoentes de solidariedade dos vários povos do mundo com o povo cubano.

A primeira experiência foi realizada em 1969 com a Brigada «Venceremos», proveniente dos E.U.A. para apoiar a safra açucareira desse ano. Desde então novas Brigadas das diversas regiões do mundo têm sido constituídas: é o caso, por exemplo, da Brigada «Nórdica», em 1970; da Brigada Europeia «José Marti»1, em 1973; da Brigada da África do Sul, em 1996; e, em 1997, da Brigada «Pablo de la Torriente Brau» constituída pelos países da Europa Oriental. Hoje atingem já os milhares as pessoas que visitaram Cuba para deste modo manifestar o seu apoio ao processo revolucionário cubano.

Portugal integrou pela primeira vez a Brigada Europeia «José Marti» em 1977, após a Revolução de Abril (25 de Abril de 1974). Desde então, todos os anos têm partido para Cuba, a fim de dar o seu contributo de solidariedade, grupos de portugueses das mais variadas idades.

Caros companheiros,
 
É com grande entusiasmo que vamos iniciar o trabalho sobre a 46ª Brigada José Marti 2016.
 
Neste contexto fornecemos já um conjunto de informações que constituem a base para a participação nesta grande jornada de solidariedade activa com a Revolução Cubana.
 
Para já as inscrições são provisórias e tem por objectivo dar-nos uma ideia do número de interessados, situação fundamental para iniciarmos o processo.
À semelhança de anos anteriores, informamos que para participar na Brigada é condição ser sócio da nossa Associação.
 
* Chamamos a atenção dos interessados que quem não tem passaporte deve, no mais curto espaço de tempo, resolver essa situação.
* A questão do passaporte é deveras urgente uma vez que as reservas devem ser feitas com a maior antecedência por forma a conseguirmos melhores preços.
* A obtenção dos vistos é tratada pela nossa Associação.
* O programa da 46ª Brigada já está disponível e será remetido a todos os amigos de quem possuímos endereço electrónico e pode ser consultado na nossa página facebook.
 
Os custos:
 
* Não é possível darmos um custo exacto dado a variação constante dos preços das passagens.
* Só a partir do momento que fizermos as reservas é que as agências podem dar o custo definitivo.
* As reservas têm de ser liquidadas no momento em que são feitas.
* Actualmente, nenhuma agência suporta o pagamento fraccionado.
* Sugerimos que provisionem entre 1.000 e 1.200 € para a viagem.
 
No momento próximo da efetivação da reserva já podemos prestar uma informação rigorosa.
 
* A estadia em Cuba tem o custo de 450 CUC (Peso Cubano Convertível).
* O valor do CUC varia na casa dos 0,90 €. Data limite para as inscrições:
* A data limite para as inscrições do grupo é 30 de Abril de 2016.
* Às inscrições efetuadas posteriormente a esta data não podemos garantir o custo da passagem igual ao do grupo.
* A data limite tem como objectivo não encarecer o custo da passagem a quem pretenda fazer a reserva mais cedo uma vez que, quanto mais cedo se marcar melhores preços serão conseguidos.
* Constituído o grupo, vamos realizar uma reunião de esclarecimento na Sede da nossa Associação.
* Para os inscritos fora da zona da grande de Lisboa encontraremos a forma mais confortável para o sócio de modo a ser devidamente elucidado.
 
O grupo de trabalho muito brevemente emitirá nova nota que abordará, entre outras questões que possam surgir, as regras da participação na Brigada.
 
A Direcção
 
Associação de Amizade Portugal Cuba